BLOG

Falta um mês para a IV Bienal do Livro de Itabaiana

Por Josie Mendonça

Daqui a exatamente um mês começa a IV Bienal do Livro de Itabaiana. O evento acontecerá nos dias 20, 21 e 22 de outubro de 2017 em dois ambientes do Shopping Peixoto, um deles já foi batizado de Praça dos Escritores. Venha Viajar com a Gente, este é o tema da quarta edição da Bienal do Livro do município que conta com a participação de 60 escolas nessa viagem.

A expectativa é de que sejam lançados mais de 300 livros e que 50 mil visitantes participem de forma direta do evento, assistindo palestras (serão 32 ao todo), apresentações e participando de lançamento.

Falta um mês para a IV Bienal do Livro de Itabaiana

Carlos Mendonça

O historiador e escritor Carlos Mendonça participou de todas as edições da Bienal do Livro de Itabaiana onde, na última edição, foi premiado com o troféu Falcão de Ouro de literatura, por ter tido o livro mais vendido. Este ano, mais uma vez, estará presente no evento lançando dois livros, o Coronel Fudenço e a biografia de Fefi – Francisco Tavares da Costa: Uma lenda viva do comércio, do esporte, da cultura e da história de Itabaiana, além de expor outros livros de sua autoria.

“A bienal do livro de Itabaiana é um evento único em Sergipe, pois nem a capital do estado faz. Importante então, porque é um difusor, propagador da nossa cultura literária. É através da Bienal do Livro de Itabaiana, que surgiu o interesse de vários escritores em publicar seus livros, inclusive eu, que já vou com 17 obras publicadas, graças a esse evento e também pelo apoio que a Infographics nos oferece”, disse Carlos Mendonça sobre a importância desse grande evento.

Falta um mês para a IV Bienal do Livro de Itabaiana

Saracura

 

O escritor itabaianense Antônio Francisco de Jesus, o “Saracura”, é um dos organizadores da bienal. A qual, segundo ele, “aproxima os leitores dispersos de autores de livros. Como uma grande feira onde estão consumidores e fornecedores. Sem a bienal os livros estragam, emboloram, não serão lidos, nem precisavam ter sido escritos”, mencionou Saracura.

 

 

 

 

 

Bienal do Livro de Itabaiana

Juntamente com Carlos Eloy Filho, Junior da Perfil e Jamisson Machado (Itnet), Domingos Pascoal foi um dos criadores, coordenadores e colaboradores das I, II, III e IV Bienal do Livro de Itabaiana e conta como surgiu o evento. Confira:

Falta um mês para a IV Bienal do Livro de Itabaiana

Domingos Pascoal

A Bienal do Livro de Itabaiana é o coroamento de um movimento que nasceu em 2009. Naquela época sonhávamos com uma Feira de Livros, achávamos que os poucos escritores existentes estavam muito dispersos, sem vontade de produzir, pois não vendiam e, os pouquíssimos livros aqui produzidos não eram aceitos em nenhuma livraria, exceção feita, naturalmente a uns poucos e já famosos escritores nativos: Chico Dantas, Luiz Antonio Barreto, Antonio Viana, Murilo Mellins, Anselmo Oliveira e mais alguns.

Os outros, além de poucos, produziam quase para consumo próprio. Não tínhamos uma Editora especializada e dedicada à produção do livro, com visão voltada para o escritor e, nem com competência técnica para atender uma demanda. Ora, se havia desestimulo para que se escrevesse e ausência de quem produzisse o difícil era fazer.

Não se sabia o que era uma Ficha Catalográfica, um código do ISBN – International Standard Book Number – um sistema internacional que padroniza e identifica numericamente os livros segundo o título, o autor, o país, a editora, individualizando-os inclusive por edição. Nada entendiam sobre o registro na Biblioteca Nacional com tecnologia e isso incomodava a quem estava querendo produzir e, naturalmente vender. Percebia-se com muita clareza que se fazia necessário uma oxigenação do mercado e da produção e, por ai iniciou-se o tal movimento.

Eu era articulista da Revista Perfil, de Itabaiana, neste ano de 2009, eu também ingressei na Academia Sergipana de Letras, o que potencializou a vontade de fazer algo. Tentamos fazer em Aracaju. Todavia, não encontramos as pontas. Ficou muito difícil, naquele ano e, juntamente com Junior da Perfil, procuramos fazer esta feira em Aracaju. Mas, infelizmente não encontramos apoio o que fomos achar em Itabaiana.

Em 2009, fizemos o Encontro Cultural e a frequência foi surpreendentemente grande e, num único dia tivemos entre adultos e crianças, aproximadamente 5.000 mil pessoas, transitando nos espaços da Atlética de Itabaiana, foram lançados muitos títulos de livros publicados em Sergipe e noutros estados e vendidos, mais ou menos, uns mil livros.

Em 2011 fizemos a I Bienal/Enalt, foram dois dias, também na Atlética, o movimento foi bem maior, é claro, estimado entre 10 a 12 mil pessoas transitaram por lá, muitos escritores lançando livros e mais de dois mil exemplares vendidos. Em 2013, a II Bienal de Itabaiana, já num espaço maior, na CDL e Câmara Municipal de Itabaiana (CMI), durante 03 dias, teve a frequência de 25 mil pessoas, venda de mais ou menos 5.000 livros e mais de duzentos lançamentos. Em 2015, aconteceu na CDL, CMI e também na Praça Chiara Lubich, estimam-se em 40 mil pessoas que prestigiaram o evento, foram vendidos muitos livros, três livrarias: Escariz, Livraria da Feira e Livreiro Taurino de Itabaiana.

A importância da Bienal de Itabaiana foi e é, primeiro um exitoso projeto que vem estimulando a que se leia mais, se escreva mais e que se publique mais. Esta realidade é visível. Nunca se produziu tanta literatura como a partir de 2010 em Sergipe. A bienal serviu como um despertar para que na verdade houvesse este grande avanço na literatura.

Mas, a Bienal em si é também a geradora de outros movimentos que se expande a cada dia em Sergipe e, além: Encontro de Escritores e Leitores, iniciado em 2012, (06/12/2012), com o I Encontro Sergipano de Escritores; Seletas e Antologias, iniciado em Sergipe com o lançamento da I Seleta do Encontro Sergipano de Escritores. Estes movimentos vêm sendo seguidos pelos municípios de Sergipe: Canindé, Glória, Lagarto, Itabaiana, Dores, Cristinápolis, Neopolis… Sobretudo onde tem Academia Literária, outro movimento alimentado pela ideia radiante que foi e é a Bienal do Livro, com a instalação da primeira Academia Literária dos municípios sergipanos a Academia Gloriense de Letras, instalada no dia 12 de dezembro de 2013.

Concursos Literários em várias cidades de Sergipe, todos resultando em Antologias, Seletas ou livros com outro nome. Destaco aqui os de Canindé, da ACLAS – Academia Canindeense de Letras e Artes, de N. S. da Gloria da Academia Gloriense de Letras, de N. S. das Dores, da Academia Dorense de Letras, de São Miguel do Aleixo da ALAS – Academia do Amplo Sertão Sergipano, de Lagarto, da Academia Lagartense de Letras, de Itabaiana, da Academia Itabaianense de Letras e de outro movimento, denominado: Jovens Escritores de Itabaiana, da professora Inez Resende, de Monte Alegre, os Jovens Cronistas do Sertão, prof. Carlos Alexandre e Dra. Cristina Bielinsk Ramalho, de Aracaju Loja Maçônica Cotinguiba;  professora Cris Souza da BCVL – Biblioteca Voando na Literatura… E, muito mais. Temos outros movimentos, como “Clube do Poeta”,  “Cronistas do Sertão”, “Café Poético”, o “Escritor vai a escola”, “O escritor na livraria”, “Grupos de debates literários pelo WhatsApp” Etc., e muitos outros espalhados por todo Sergipe e, já indo a outros estados.

Em todos os Encontros, desde 2009, a Infographics se fez presente expondo os livros dos seus escritores.

 

Confira a lista de alguns escritores que irão participar este ano:

Binha Santos (Livro: Sombra negra)

Pompeu Tranzillo Junior (3ª edição do livro ”Falando e encantando em público”)

Rafaela Macedo (Livro: Oncolegal)

Dulce Maria Santos (Livro: Só mais uma vez)

Domingos Pascoal (Livro: Validando sonhos e propostas)

Antônio Saracura (Livro: Os Curadores de Cobra e de Gente)

Tina Correia  (Livro: Essa Menina )

Isabel Pereira (Livro: História de minervina)

Roberio Santos (Livro: As quatro vidas de Volta Seca)

Vladimir Souza Carvalho (Livro: Fogo de Monturo e outras fumaças)

Joelino Dantas (Livro: O fazendeiro)

Jane Guimarães (Livro: Memorial de afetos)

José de Almeida Bispo

Baldok

Walter Noronha

Domingos Pascoal

Rose Chagas

Arquimedes Marques

Ismael Moura

Edivan Santos

Elaine Marques

Virman

Danilo Crescêncio

Josenildes dos Santos

Rose Santana

Almeida Junior

Poeta Vavá

 

Realização e parceiros

Itnet Telecom, 93, 1 FM Itabaiana, Perfil, Prefeitura Municipal de Itabaiana, Shopping Peixoto, Essentia, ITweb, TCE, Unit, TV SE, Infographics, entre outros.

Fonte: http://www.93noticias.com.br/portal-93-falta-um-mes-para-a-iv-bienal-do-livro-de-itabaiana/
Scroll Up